news

28 de Feb 2019

Tendência do colar gravatinha.

O colar gravatinha chegou ao mercado com discrição, em meados de 2015, e teve uma progressão lenta entre as tendências em joias e semijoias. 

Até o ano de 2017, quando as suas características caíram graciosamente no estilo de muitas mulheres.

Como resultado, essa peça fez uma série de adeptas no mercado nacional e internacional.

E sabe por quê? Porque são peças versáteis, que podem ser usadas no dia a dia ou em eventos mais formais. 

Sem falar no óbvio apelo estético desse tipo de peça, que valoriza imensamente a região do decote, que costuma necessitar de uma peça avantajada para ocupar aquela área do corpo.




Como usar a peça?

Vamos apresentar algumas dicas de uso do colar gravatinha e, assim, fazer com que você tenha um argumento de venda poderoso. São elas:

decote profundo: você já deve saber que o decote em V profundo tem muitas adeptas. E é aí que o colar gravatinha pode fazer história, expondo — e valorizando o —o corpo de sua usuária;

monocromático: as peças monocromáticas também combinam bem com o estilo desse tipo de colar. Ou, se preferir, uma outra cor apenas para quebrar o tom em bloco das roupas;

básica: por fim, é possível apostar em uma inspiração básica, como camisa branca, jeans e um blazer sobre a camisa. E, no colo, o colar gravatinha, que chamará mais atenção, já que o resto do look está mais discreto.

Vem pra Di Roma! Clique aqui e saiba como ser um(a) revendedor(a).